PIRI-ALMA ATÉ ALMEIDA
30
Jan 09

 

 

Candidatos e candidaturas

No ano de (quase) todas as eleições, com divergências quanto a datas por parte dos habitantes do palácio pink e S. Bento, aos poucos ficamos a conhecer o perfil e o nome dos candidatos. Se os estados maiores partidários consideram a eleição europeia uma 1ª volta das legislativas, já as autárquicas, sendo as últimas a calendarizar, são aquelas que mexem com muita gente, pois está em causa o governo local, a administração da polis e da domus municipalis.

Este nosso jornal dá hoje a conhecer os nomes dos intervenientes neste último processo, pelo que, tal como temos feito em eleições anteriores, iremos fazer análise sucinta das candidaturas que irão estar em presença e em disputa democrática nos 14 concelhos do Distrito da Guarda. Assim, assumindo o princípio da ordem alfabética, comecemos:

AGUIAR DA BEIRA

Fernando Andrade, actual presidente de Câmara, será, outra vez, o escolhido pelo PSD, enquanto o PS, com guerras e guerrinhas intestinas, não tem candidato, obrigando o líder distrital a dar a cara e assumir uma candidatura, fazendo jus ao ditado “quem não quer ser lobo não lhe veste a pele”. Aguiar da Beira será indiscutivelmente um concelho ganho pelo PSD.

ALMEIDA

O confronto de 2005 volta a repetir-se e, Batista Ribeiro, terá novamente pela frente o socialista, Orlindo Vicente, que ficou a escassos votos de conquistar a vila amuralhada. A contenda é deveras interessante, o PS tinha de fazer esta aposta, pese embora o PSD leve alguma vantagem.

CELORICO DA BEIRA

Com o PSD completamente à caça de um candidato credível, cabe a Fernando Figueiredo a difícil tarefa de apresentar alguma proposta coerente que vise destronar José Francisco Monteiro, podendo ainda aparecer a candidatura independente do antigo autarca Júlio Santos, fazendo baralhar algumas peças do tabuleiro. Mesmo assim a Câmara permanecerá nas mãos dos socialistas.

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

Também aqui, António Edmundo, voltará a enfrentar Carlos Panta, percebendo-se que desta vez o PS apresenta uma equipa renovada, com propostas sustentáveis e algumas caras novas em várias freguesias. A aposta socialista é boa, no entanto, António Edmundo, parece estar de pedra e cal e, se não houver qualquer contratempo, a Câmara de Figueira continuará em mãos social-democrata.

FORNOS DE ALGODRES

José Miranda, actual edil fornense, é outra vez o candidato do PSD, acontecendo, também aqui, um novo confronto com António José Elvas Rocha, provavelmente, o socialista melhor colocado para conseguir um resultado eleitoral aceitável. Sem qualquer obstáculo visível, Fornos de Algodres manterá a cor laranja.

GOUVEIA

O candidato natural do PSD é indiscutivelmente Álvaro Amaro. No entanto, o actual presidente da Comissão Política Distrital, tendo apoiado a rainha das gafes, reúne as condições necessárias para ser candidato ao Parlamento (ambicionando o Europeu e depois o Nacional), cabendo referir aqui a decisão dos órgãos nacionais laranja que determina que os candidatos às Câmaras não poderão ser simultaneamente candidatos a órgãos de soberania. Nessa perspectiva caberá a Carlos Peixoto ou Joaquim Lourenço assumirem a candidatura, tendo por opositor o velho socialista, Armando Almeida, Homem de causas e grandes lutas, que tudo fará para que o PS não sinta a carga de uma derrota, num concelho onde os socialistas foram donos, senhores e reis. À partida o PSD tem condições para manter a Câmara da cidade jardim.

GUARDA

O PSD confronta-se, outra vez, com um alfobre de nomes, quando devia ter assente apenas em um. Conforme afirmámos, neste mesmo espaço, já lá vai pelo menos meio ano, Crespo de Carvalho ou João Prata, um deles será o escolhido, ganhando cada vez mais consistência o nome do actual presidente da Comissão Política Concelhia da Guarda do PSD, sabendo-se que a direita (CDS-PP) tem também candidato, Ricardo Santos, que poderá, ou não, negociar com o partido laranja, a fim de ambos minimizarem prejuízos, pois, Joaquim Valente, mesmo com as 6 candidaturas esperadas e alguma fuga de votos, fruto das políticas socráticas, (estamos na capital de Distrito e, quer se queira quer não, existe o voto político), ganhará a disputa, fazendo com que a Câmara mais desejada, depois de 34 anos de poder local democrático, continue por mais 4 em mãos socialistas.

MANTEIGAS

O presidente de Câmara, José Manuel Biscaia, irá outra vez a votos tendo pela frente Esmeraldo Carvalhinho. Numa autarquia onde a diferença de um simples voto deu para perceber em definitivo o significado do dito popular “por um se ganha, por um se perde”, é difícil prever quem ganha esta eleição. Se Maria Manuel Rabaça, com o estatuto de independente, aparecer na corrida, poderá baralhar minimamente as forças em presença.

Ao longo destes três anos, tanto Biscaia como Carvalhinho, fizeram o trabalho de casa, não se deixaram embalar pelo canto da sereia, contabilizaram votos e contaram espingardas, concluindo-se que a aposta, neste verdadeiro boletim do totobola, só pode ser mesmo uma dupla. Colocadas assim as peças no tabuleiro do mais pequeno concelho do distrito, o vencedor, poderá não o ser por um voto, mas sim, neste equilíbrio descrito, por uma dúzia ou duas de diferença. A aposta socialista é determinada e Carvalhinho, sem nada a perder e tudo para ganhar, fará a aposta decisiva e Manteigas pode mudar de mãos.

MÊDA

Com João Mourato a dizer que ainda não é tempo para falar destas coisas, o PS trabalhou e, desta vez, conseguiu convencer Armando Carneiro para avançar pelas hostes rosáceas. Ao que se sabe os socialistas trabalham arduamente na feitura de listas, tentando dar a volta neste concelho onde nunca ganharam. Não havendo dúvida de alguma vantagem do PSD, a aposta dos da rosa ao peito é alta.

PINHEL

Na cidade falcão o actual presidente, António Ruas, continua a ser a aposta social-democrata para levar a bom porto esta eleição. O PS, que entretanto se organizou leva como cabeça de lista, António Agostinho Monteiro, a que se soma uma equipa de luxo que dá para incomodar as hostes laranjíferas. Embora a aposta socialista seja forte e a motivação muito alta, Ruas, leva vantagem.

SABUGAL

Na cidade das 5 quinas o presidente, Manuel Rito, por motivos pessoais, sai de cena, dando lugar a António Santos Robalo. O PS, percebendo que poderia fazer boa aposta, apressou-se a apresentar António Dionísio, dando todos os entenderes que Sabugal é para ganhar. A presença de mais 4 listas pode baralhar as pretensões socialistas e, Joaquim Fernandes Ricardo, simpatizante rosa, ao apresentar-se pelo MPT poderá baralhar as contas dos dois maiores partidos. Com o PSD no poder, o que dá sempre algum avanço, convém não esquecer que existem outros e novos protagonistas em presença e em acção.

SEIA

Ma 2ª cidade do distrito os dois principais candidatos vão a votos pela 1ª vez. Com a saída de Eduardo Brito, os socialistas senenses apoiam Carlos Filipe Camelo, conhecedor das apostas da autarquia, ao que os sociais-democratas respondem com o nome de um conhecido autarca, Pina Prata, que troca a cidade dos estudantes, onde é vereador, dando a perceber que o PSD está deveras interessado em ganhar a Câmara de Seia. Mesmo assim, parece-nos que ainda não é desta que a autarquia de Seia muda de mãos.

TRANCOSO

Sem grandes novidades, Júlio Sarmento, será pela última vez, candidato à autarquia, tendo como opositor Amélio Salvador ou Amílcar Salvador. O edil trancosense está perfeitamente à vontade e seguro da vitória, restando à oposição socialista minimizar a derrota.

VILA NOVA DE FOZ CÔA

Por fim e quanto à cidade das gravuras rupestres o confronto é o mesmo de 2005. Gustavo Duarte apresenta-se novamente, ciente que pode destronar os socialistas. Recorde-se que o PSD perdeu por escassos votos. Emílio Mesquita, actual edil, é, naturalmente, o nome proposto. Neste equilíbrio das duas principais forças, o PS leva apenas a vantagem que o poder dá.

Resumindo e concluindo:

Como facilmente se poderá verificar, o PSD, sem qualquer sobressalto, será, à partida, o grande vencedor da contenda eleitoral no Distrito da Guarda. O partido das setas, de identidade indefinida (no País e na Europa), tenta, cada dia que passa, perceber qual o espaço e o posicionamento que ocupa no quadro político, o que origina guerras e guerrinhas internas conhecidas, continuando a sobreviver muito á custa do grande potencial de grandes autarcas que possui, pois, se assim não fosse, o mesmo já se tinha desmoronado, tal qual o autêntico castelo de cartas, que efectivamente é.

Quanto à pretensão do líder distrital socialista, José Albano, de querer ganhar as 14 Câmaras do Distrito, tenho a certeza que ficará adiada para 2013, restando-lhe, como consolo, desta disputa eleitoral, manter as três autarquias socialistas, adicionando-lhe, se for o caso, mais duas ou três…

 

 

 FONTE DA NOTICIA:http://www.novaguarda.pt/

publicado por amigopiri às 16:23
A verificarem-se tais candidaturas para a Câmara Municipal de Almeida serão, em suma, o sinónimo da continuidade do retrocesso, e o da dúvida constante.
Que os votantes Almeidenses, escolham pelo melhor e que essa escolha assente, básicamente, num desejo de mudança do triste e desolador percurso que o Concelho de Almeida tem tido, em todas as muitas vertentes que poderiam fazer precisamente com que acontecesse o contrário.
Até á data foi e é, o que se "vê" ... ... ...
TÊM A PALAVRA OS ELEITORES, LIVRE E CONSCIENTEMENTE.
Manuel Norberto Baptista Forte a 2 de Fevereiro de 2009 às 19:13
Este país só tem políticos corruptos, Directores e gestores de empresas públicas ladrões. Metem lá quem querem e agora pedem-nos que paguemos os seus ordenados!

Os funcionários do Estado são incompetentes, o povo que pague os seus salários e eles sem nada fazerem têm a vida feita. A maioria dos concursos públicos para recrutamento de pessoal é por cunhas por isso vamos MUDAR PORTUGAL.

Vamos incendiar este país, colocar um travão nesta CORRUPÇÂO.

TODA A GENTE SABE que as câmaras municipais são geridas como empresas pessoais, vamos incendiar o bem público... Vamos por fogo nos ladrões!

Vamos combater com as mesmas armas dos ladrões: Sem dó nem piedade, REVOLTA já.

Joaquim Santos a 10 de Maio de 2009 às 17:52
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
27
28
29
31
arquivos
Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
8 comentários
8 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ainda não puseram o Oliveira da encantada ept e cm...
O que conta é o espirito Natalicio e a mensagem es...
Vamos acreditar em mais uma mentira do Socrates???...
Quer o Manel dizer que esta em sintonia...hehehehe...
Vi na televisão que a greve geral registou grande ...
Banda "NPJ" Já com um cantinho na InternetFoi no p...
Malpartida ainda tem muito que descobrir, falam mu...
Beijito, "vizinho", e rapaz do meu ano.
sempre, mas sempre, presente. nunca te esqueceremo...
coloquei o comentário, no post errado, dsc
blogs SAPO