PIRI-ALMA ATÉ ALMEIDA
03
Mai 09

 

 Então vamos analisar melhor este artigo!

 

1º Passo: digitalizamos o artigo com a fotografia em causa.

 

 

 

2º Passo: digitalizamos simplesmente a fotografia em causa

 

 

3º Passo: vamos recortar um pouco da fotografia em causa

 

 

4º Passo: ajustamos mais um pouco o recorte da fotografia

 

5º E ultimo passo: a onde é que nós já vimos esta fotografia?

 

publicado por amigopiri às 12:18
enfim.....

o que me deixa triste em tudo isto é vêr que continuamos a ser nós e os tais Ruis Ricardos a dar tiros nos pés.... tanto bem queremosà nossa terra que temos que promovê-la como seja. Como um dia dizia o Scolari "e o burro sou eu"....

Já agora e, já uma vez referi isto, quem passou nas ruas de almeida durante este fim de semana? Será que tamanha quantidade de gente viu a foto e veio comprar pedra?

Oh iluminados profetas da desgraça, deixai-nos cá que nós ficamos bem...

F.Afonso
f.afonso a 3 de Maio de 2009 às 13:26
Eu sei quem é o Rui Br....., perdão Rui Ricardo!!!! É o anónimo que enviou esta mesma foto para a sr.ª Maria Clarinda Moreira e que esta publicou no Almeida Fórum. É que é mesmo igualzinha...... Até as pedras são as mesmas!!!!!!!!!
Só que para a Visão, como não é o Almeida Fórum, não podia ser enviada por um anónimo (ah,ah,ah,ah,ah,ah,ah,ah,... estes anónimos do Almeida Fórum são cada vez mais engraçados), tem que constar algum nome no mail enviado, logo...... o nome de Rui Br......, perdão mais uma vez, Rui Ricardo.... que também é Pereira, mas não é Araujo!!!!!!
Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 00:31
Depois do meu comentário, fiquei aqui com uma dúvida!!!! Quem me poderá dar umas dicas: como é que o anónimo que mandou a foto para a sr.ª Clarinda teria descoberto o seu contacto??????? Mistério ou sorte?????? E como é que desde 19 de Março, só agora se lembrou de enviar também para a Visão????? Sentido de oportunidade??????
O mesmo Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 00:38
Disseram-me que neste blogue do Piri andavam muito entretidos com especulações acerca das fotografias tiradas às pedras. Vim verificar.

De facto, a foto publicada no Fórum Almeida a 19 de Março, com o título ‘Almeida Moderna’ foi-me enviada por um mail que não identifiquei. Achei piada porque bastante tempo antes, a blogosfera tinha falado disso, mas ninguém mostrou fotografias. Se bem se recordam, e lá continua o comentário, até fui logo criticada por não ser novidade nenhuma.

Não estranhei ter recebido essa foto, porque quando publico algum artigo sobre património no Fórum, tenho por hábito enviar um mail de aviso a todos os conhecidos que se interessam também por essas questões, com a indicação de que podem reencaminhar. É natural, portanto, que o meu endereço electrónico tenha circulado e chegado a outros destinos, que resolveram fazer-me chegar aquela fotografia da iniciativa humorística.

Não faço ideia se foi ou não a mesma que foi enviada para a revista ‘Visão’, embora duvide, porque a que recebi é tirada de mais perto. Mas pode ter sido pela pessoa. Pouco importa. A revista recebeu aquela fotografia comentada e resolveu publicá-la, aproveitando o momento da comemoração do 25 de Abril. Continuo a achar que a iniciativa revela o sentido de humor e preocupação que mais pessoas sentem pelo que estão e querem continuar a fazer em Almeida… se os almeidenses deixarem!

O que me espanta é a importância que dão a umas fotografias e não aos factos reais que elas representam. E tanto mais estranho, que recordo bem que neste blogue também em tempos se criticaram umas pirâmides colocadas sobre as Portas de Santo António. E ainda bem, revelando interesse pelo assunto! No entanto, essas pirâmides até podem ser facilmente tiradas, ao passo que uma intervenção de fundo com um reordenamento da entrada principal de Almeida, a pretexto de lá plantar um monumento ao 25 de Abril, se torna uma questão bem mais difícil de voltar a alterar! Para não falar no tremendo desperdício financeiro que todas essas intervenções custam, ou no prejuízo que causam à identidade histórica da Fortaleza de Almeida.

Penso que não há dúvidas nenhumas que é disso que estamos a falar. Não de meras pedras ou de um monumento que, a corresponder à vontade dos almeidenses, podem perfeitamente ser integrados de outro modo. Mas já que pelo menos uma parte dos almeidenses parece adormecida sobre esse perigo, e outros até parecem mais interessados em pactuar ou anuir a esse tipo de imposições saloias, ainda bem que há outras pessoas, mesmo que até nem sejam almeidenses, se interessam e se mostram dispostas a ser mais interventivas! Não se esqueçam que Almeida é Património nacional e muito mais pessoas estão atentas ao que se está a passar por aqui.
Maria Clarinda Moreira
Maria Clarinda Moreira a 6 de Maio de 2009 às 13:40
Cara Sr.ª Maria Clarinda Moreira, já parou para pensar que aquilo que apelida de "imposições saloias" pode ser a vontade da maioria dos ALMEIDENSES?
É que caso não se tenha dado conta, o Almeida Fórum e a sua opinião, não podem ser tomadas como princípio de referência.... E note bem: eu até não gosto sobremaneira do monumento nem da localização que lhe está destinada, agora do arranjo e reordenamento do largo, aí 100% apoiado.
O mesmo Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 17:16
ui que santinha me saiu esta senhora.... tenha mas é vergonha!
Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 18:54
será que de uma vez por todas vamos parar de discutir o sexo dos anjos e passamos definitivamente à acção?

desculpe cara Clarinda mas, a meu ver, Almeida está no bom caminho e recomenda-se. Façams-se ao caminho os seus actores nomeadamente comerciantes que não param de se lamentar e não se adaptam.
O fluxo de gente a esta terra é cada vez maior, não será de aproveitar isso?
E se veêm é porque ouviram falar de nós em algum lado.... entao......

Andemos prá frente que esse é o caminho..... digo eu

f.afonso
f.afonso a 6 de Maio de 2009 às 15:17
Não me interessa rigorosamente nada quem é ou deixa de ser o Senhor Rui Ricardo; até pode ser um comerciante de pedra, que ocasionalmente por Almeida tenha passado.
O que me dá a sensação à primeira vista depois de ler e ver na revista em causa, e agora na última foto publicado neste blog, é que até se poderá tratar de uma montagem, pois ou preciso mesmo mudar de lentes, mas não descortino o que suspende a placa e onde, em "alternativa" onde é que a mesma se apoia, ou ... será que está colada !?.
Com respeito às pedras, se as tiraram já de lá, foi das poucas mas boas coisas, que se entende que foi feito neste Mandato Autárquico. Pedra sobre sore pedra, a significar passos que muitos deram conducentes ao derrube da Ditadura Fascista que vigorou em Portugal até 25 de Abril de 1974 (Dia da Liberdade), acho muita falta de gosto; minha opinião.
ALMEIDENSES, por favor o que é tido por todos (penso eu) é que a "nossa" Sede de Concelho, o Movimento dos Capitães, e a LIBERDADE, merecem um MONUMENTO DIGNO e perceptível do que foi e quanto custou viver aquele dia e os demais, até ... aos dias de hoje.
Manuel Norberto Baptista Forte a 6 de Maio de 2009 às 19:03
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
arquivos
Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
8 comentários
8 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ainda não puseram o Oliveira da encantada ept e cm...
O que conta é o espirito Natalicio e a mensagem es...
Vamos acreditar em mais uma mentira do Socrates???...
Quer o Manel dizer que esta em sintonia...hehehehe...
Vi na televisão que a greve geral registou grande ...
Banda "NPJ" Já com um cantinho na InternetFoi no p...
Malpartida ainda tem muito que descobrir, falam mu...
Beijito, "vizinho", e rapaz do meu ano.
sempre, mas sempre, presente. nunca te esqueceremo...
coloquei o comentário, no post errado, dsc
blogs SAPO